Programa Mais Empregos Gera Impacto No Número De Vagas Em Goiás

  Ads  
Programa Mais Empregos Gera Impacto No Número De Vagas Em Goiás

O Covid-19 trouxe inúmeros prejuízos a sociedade, pois, além de milhões de infecções e mortes, a pandemia de Covid-19 trouxe crises econômicas e de saúde, escassez de produtos e serviços e imprevisibilidade sobre o futuro.

Em 4 de agosto de 2020, a Secretaria de Estado Retomada foi criada após o governador Ronaldo Caiado aprovar a lei.

A proposta surgiu com a tarefa de amenizar os efeitos negativos da crise e buscar alternativas para aumentar a renda e gerar empregos, focando principalmente nos mais vulneráveis.

  Ads  

Cerveja de Aipim

Na interação com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Estado (Seapa), a Secretaria de Política Social (GPS) e o Instituto Goiás de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), a primeira ação da restauração foi promover o relacionamento com a Ambev Parcerias com cervejarias renomadas como a Colombina.

O objetivo é adquirir aipim cultivada por pequenos produtores, principalmente no nordeste goiano, como matéria-prima para a produção de novas bebidas.

Pagamento imediato no final da colheita. Hoje, uma tonelada de mandioca em Goiás vale 920 reais, a segunda maior do Brasil depois do Maranhão.

Anteriormente, o destino final dos tubérculos plantados era incerto para os produtores, assim como a renda, pois o produto às vezes era descartado por falta de compradores ativos.

Mais trabalho e mais crédito

Com a implementação do programa Mais Empregos, o número de vagas disponíveis por mês aumentou mais de 1.100% para 4.000 oportunidades. Além disso, o programa oferece cursos profissionalizantes para os interessados ​​em obter a qualificação.

Para micro e pequenos empresários, a gestão implementou o programa Mais Crédito.

  Ads  

O público-alvo são empresas que não receberam incentivos de desenvolvimento e foram excluídas dos canais de financiamento em gestões anteriores.

Sob o esquema, os empresários atualmente podem negociar dívidas extrajudicialmente e acessar o crédito de maneira simples, incluindo opções sem juros ou sem garantias.

Instituto Estadual de Tecnologia de Goiás

Anteriormente conhecido como Instituto Estadual de Tecnologia de Goiás (Itegos), o atual Instituto Estadual de Tecnologia de Goiás (Cotecs) é administrado por diversas Organizações Sociais (OS) e responsável por diferentes departamentos que não se comunicam entre si, além de cargos descentralizados Gestão de vagas.

Como resultado, os cursos oferecidos, por vezes, não atendem às demandas do mercado de trabalho sem interação.

A gestão não mudou apenas os nomes de 17 unidades, hoje a Cotecs é administrada pela Universidade Federal de Goiás (UFG).

A Secretária de Estado Retomada vinculou estas escolas ao regime Mais Empregos para oferecer qualificações com base nas oportunidades de emprego e analisou as necessidades do mercado para oferta de cursos.

As empresas interessadas também podem se inscrever na Cotecs para cursos personalizados e são responsáveis ​​por avaliar a contratação de todo o pessoal certificado.

Como maneira de inibir a sonegação de impostos e garantir capacitação, renda e emprego, o governo goiano estabeleceu bolsas de elegibilidade.

Auxílio de 250 reais é concedido a alunos dos cursos profissionalizantes da Cotecs, integrantes do programa social goiano em situação de vulnerabilidade social.

  Ads  

Cooperativas

Nos governos anteriores, não havia interesse em desenvolver ações e iniciativas específicas para as cooperativas.

Atualmente, o governo goiano promove políticas públicas de incentivo ao corporativismo, além de constituir e fortalecer cooperativas por meio de uma incubadora que auxilia grupos a formar entidades.

Os portfólios mudam de cidade em cidade para descobrir as necessidades de cada lugar e comunidade. Desde sua criação, a caravana já inspecionou 60 cidades e atendeu diretamente mais de 6.000 pessoas.

Nas administrações anteriores, não havia um mapa da produção artesanal goiana. Hoje, isso é feito por meio do Sistema Goiano de Artesanato (SAG), que permite a produção de uma cartilha para promover o turismo relacionado ao evento.

Os profissionais são identificados e cadastrados para receber cartões de artesãos, outra novidade que facilita o uso de equipamentos promocionais fornecidos pelo Estado.

O governo anterior abandonou o mapeamento e monitoramento da produção local, empresas e grupos de empresas (APLs) que atuam no mesmo local e permanecem conectados entre si.

Podemos ver dessa maneria os impactos positivos que o Programa Mais Empregos gerou em Goiás, assim como também tem impactado positivamente outros estados.

  Ads  
cdd
cdd