Portugal: benefícios para cidadãos desempregados

  Ads  

Sendo uma das democracias europeias, Portugal é um país cheio de potencial. 

Quer ter uma noção de como é aprender a dirigir? Descubra aqui 

Muitos novos cidadãos mudam-se para Portugal de outros países em desenvolvimento à procura de melhores oportunidades. 

Embora o país tenha a sua parcela de dificuldades, o governo trabalha em estreita colaboração com organizações sem fins lucrativos para ajudar os cidadãos a se reerguerem.

  Ads  

Em primeiro lugar, muitos portugueses encontram emprego através da participação diária no mercado de trabalho. 

Segundo a OIT (Organização Internacional do Trabalho), cerca de 93 por cento dos portugueses estão empregados. 

Além disso, 94% dos jovens estão trabalhando, em comparação com 95% dos idosos. Esta elevada taxa de emprego ajuda a sustentar a saúde económica do país.

Então quais são os benefícios para cidadãos desempregados de Portugal? Se você quer descobrir a resposta para esta pergunta, continue lendo este artigo até o final.

Qual o significado da OIT?

Criada em 1919, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) é responsável pela formulação e aplicação das normas internacionais do trabalho como a única agência das Nações Unidas com uma estrutura tripartite composta por representantes de governos e organizações de empregadores e trabalhadores.

Benefícios para idosos em Portugal

Com o passar dos anos, muitas pessoas se deparam com problemas que nunca imaginaram que existiam. 

  Ads  

Enfrentar a velhice e algumas doenças pode ser extremamente difícil, mas também pode levar a uma profunda sabedoria. 

Aqueles que viveram o suficiente experimentaram tanto a infância quanto a velhice e muitas pessoas viram em primeira mão como o envelhecimento afeta as habilidades cognitivas e a saúde física de uma pessoa. 

Como resultado, eles podem achar difícil entender ou ajudar os mais velhos. Felizmente, Portugal oferece alguns benefícios excelentes para os seus cidadãos idosos e doentes.

Por exemplo, Portugal oferece tanto cuidado com essas pessoas que o povo gostou e tem compaixão pelos idosos e doentes. 

Isso significa que o governo está fazendo um bom trabalho.

Em sua cultura, as famílias cuidam de seus membros doentes à medida que envelhecem e quando alguém está gravemente doente, os membros da família podem tratá-los da melhor forma possível. 

Eles podem até preparar refeições especiais para seus entes queridos ou dar-lhes atenção extra e ao mostrar compaixão por seus cidadãos doentes, o governo encoraja todos a contribuir e ajudar aqueles que estão passando por dificuldades.

Saiba mais:

Quais os apoios sociais disponíveis em Portugal?

Quando uma pessoa perde o emprego, logicamente ela também perde o salário mensal que recebia. 

  Ads  

Mas sem ele, não é possível viver na nossa sociedade atual e por isso é importante que o Governo tenha um plano para auxiliar essa pessoa desempregada até que ela encontre outro trabalho e consiga se manter bem até isso acontecer.

Em Portugal esse subsídio de desemprego é feito com um valor em dinheiro todo mês para aquelas  pessoas que perderam de forma involuntária a sua vaga em uma empresa.

Mas isso só acontece quando a pessoa está inscrita no Centro de Emprego ou Serviço de Emprego dos Centros de Emprego e Formação Profissional

Se não se qualificar para o Subsídio de Desemprego, você pode ter direito ao Subsídio de Desemprego inicial. 

Se já recebeu todos os Subsídios de Desemprego a que tinha direito e ainda está desempregado, pode ter direito aos Subsídios de Desemprego.

Qual o valor do benefício de desemprego em Portugal?

Para aquelas pessoas que recebiam pelo menos um salário mínimo nacional (705 euros, em 2022) o subsídio de desemprego deverá ser de pelo menos 509,68 euros.

O pagamento deve ser realizado em uma parcela única e de acordo com o primeiro-ministro do país António Costa, o valor precisa ser pago de maneira individual. 

E para as famílias com filhos, terão um benefício extra além do Subsídios de Desemprego.

  Ads  
cdd
cdd